quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Bebia o vinho olhando a noite...

Estávamos tendo um caso já a algum tempo, minha branquinha de corpo lindo, cabelos loiros encaracolados, seios rosa, bucetinha branca e poucos pelinhos bem feitos e apetitosos como sempre. Precisei fazer uma viagem na sexta-feira pela manhã e a convidei, conseguiu dispensa no trabalho, onde a conheci e prestava acessória. Seguimos pela manhã, fomos pela praia aproveitando o visual, como só precisaria dar entrada em uma documentação na parte da tarde fomos sem muita pressa, parando e aproveitando a fantástica paisagem. No caminho pegamos uma balsa e atravessamos para uma praia deserta e subimos em uma duna, ficando com um visual fantástico da praia ao longe. Saímos do carro, e ficamos admirando o belo visual, enquanto abraçava ela por trás me deu um tesão louco de transar ali mesmo no meio do nada com aquele visual, era quase meio dia, o sol forte e o vento refrescante, levantei sua saia e me abaixei por trás, tirei sua calcinha, abri sua bundinha e comecei a lamber seu rabo quente, ela puxou meus cabelos com força com seus braços virados e seu rosto ao sol. Penetrava com minha língua, seu rabinho estava apetitoso, me levantei e meti meu pau, ficamos no vai e vem, ela empinava mais e eu estocava em sua bundinha e mordia seu pescoço com vontade, sua pele branca estava vermelha do sol, seu pescoço todo encaroçado da minha barba pra fazer, seus seios em minhas mãos...penetrei com mais força e gozei em sua bundinha, enchi seu rabinho de gozo e prazer com um mar azul ao longe. Puxei ela com força e a jóquei no capô do carro, ficou com sua buceta em minha cara, queria agora que ela gozasse, então fiz o que mais gosto, chupar uma buceta...o vento trazendo a areia da duna, soprando em nossos rostos, o sol forte, ela gemendo naquele capô quente, suguei sua buceta com força e paixão, ela tremeu, puxou meus cabelos, arrancou alguns, espremeu minha cabeça em sua buceta, gozou forte e gostoso. Entramos no carro e seguimos viagem, em direção ao Hotel para um banho e um bom peixe com camarões. Depois do almoço fui resolver meus negócios e ela ficou dormindo, retornei no fim do dia, ela ainda dormia, tomei um banho e a acordei, não iríamos sair a noite, pois o sábado já tinha feito uma grande programação e descemos para o bar do hotel, que estava lotado, queria beber um pouco e ela jantar. No bar começamos a beber, notei que na mesa ao lado havia um grupo de paulistas com nossa faixa etária e um dos caras não tirava o olho da minha galeginha, de vez enquando pegava ele olhando com gosto. Quando o paulista levantou para ir ao banheiro fui atrás, no banheiro perguntei por que ele estava olhando tanto pra minha garota, o cara tremeu, da minha estatura, 1,80m, mas com corpo mediano, poderia quebra-lo com um bom murro...Ele gaguejou e pediu desculpas, interrompi e perguntei se ele não gostaria de comer minha loirinha, ficou mais nervoso ainda, disse que se quisesse quando nós subíssemos desse uns quinze minutos e fosse para o nosso quarto e levasse camisinha. Voltei pra mesa, ele ficou no banheiro, ainda digerindo a história, acredito eu. Quando voltou pra mesa ficou meio sem jeito, não o peguei olhando mais, achei que iria correr da brincadeira e fiquei bebendo um chope bem gelado enquanto minha loirinha degustava uma caipirinha com petiscos, ela estava tão linda e com um ar de safada!!! Subimos, no quarto a joguei na cama e comecei a tirar sua roupa, chupando sua buceta e passando minhas mãos pelo seu corpo, ela querendo tirar minha bermuda e eu não deixei, peguei um lenço de seda que ela gosta e amarrei seus olhos, ela me perguntou o que iria fazer e disse que estava esperando chegar uma pessoa que iria come-la na minha frente, ela começou a rir e disse que eu era louco e lembrei a ela que por várias vezes avia me presenteado com noites deliciosas com outras mulheres e que esta noite lhe daria duas rolas pra fode-la com gosto. Batidas na porta, como todo hotel o corredor até a porta, banheiro no lado esquerdo de quem entra e o quarto grande com duas camas de casal e uma varanda ao fundo. Mandei ele entrar, minha galega estava deitada, de pernas abertas, receptiva e enlouquecida, ele foi logo tirando a roupa e já ia metendo o pau em sua bucetinha, mandei ele parar, disse que colocasse a camisinha primeiro, ele meio sem jeito pegou na bermuda, que havia jogado no chão... Penetrou com rapidez e fúria...pensei que iria gozar rápido, pois estava muito louco de tesão, disse para ir mais devagar, minha loira só gemendo, não falava nada...fiquei observando um pouco e tirei minha roupa, cheguei na cama, me deitei, mandei que ela subisse em mim, penetrei em sua buceta ensopa e mandei que ele enfiasse no cuzinho dela, de uma vez, do jeito que minha putinha loira gosta...ela deu um grito de prazer, gozou com força, sentia sua buceta apertar meu pau e soltar...ela estava gozando, mandei ele socar com força, o cara deu um gritinho, juro que fiquei desconfiado, e gozou tendo tremedeira na perna, quase caiu da cama, minha lorinha ali, gozada e cheia de tesão, mandei ele pegar as roupas, e sair do quarto, ele pediu pra ficar e observar, mandei sentar na outra cama e comecei a meter na minha loirinha com força, ela em cima, virei ela de costa e meti em sua bucetinha por trás, freneticamente, suava e metia com rapidez e força, ela gozou novamente, olhei pro cara e ele babava de tesão...peguei meu pau e coloquei minha lorinha pra chupar, o que ela fez com muito amor e safadeza e o cara só observando com tesão, quando derrepente pediu pra me chupar, eu já estava desconfiado desde do gritinho do gozo, na hora me veio na cabeça em bota-lo pra fora, mas queria fazer um susto, me levantei, passei com meu pau duro esfregando em sua cara, quase que abocanhava, fui na mesinha, peguei minha arma e mandei sair do quarto com as roupas nas mãos, coisa que fez em uma velocidade tão grande que o Flash ficaria com inveja...Hahahahaha, fiz isso só pra judiar, não iria fazer nada, apenas rir u pouco... Peguei minha loirinha e ficamos rindo daquela situação, ela apenas com o áudio do ocorrido, pois os olhos ainda estavam vendados, e eu falando da cara que ele fez quando viu minha arma e não era a que ele queria abocanhar... Hahahaha... Pedi ao hotel uma garrafa de vinho e fomos para a varanda, bebia o vinho olhando a noite e escutando o mar, enquanto minha loirinha me chupava até gozar!!!! Aquela noite nos fez passar o sábado rindo e transando, pelo tesão e pela diversão!!!

10 comentários:

EU SOU NEGUINHA disse...

Desejos..
Insanos...
profanos...
Entrega...
Sem medos...intenso.....
Magia...loucura....

EU SOU NEGUINHA disse...

Você me deixou insana,aqui....
Quero você...Vem

o casalqseama* disse...

ufaaa...
de tirar o fôlego!



rsrs

bj da fê =D

Fofa disse...

hahahahaha!!!!
oba!!!!!!!!!!!!!!
que bom que vc existe, mas esta disponível?
rs

beijocas

Felina disse...

humedeci :)
1,80 m ? hum

Momentos...volupté! disse...

Fofa, indisponível!!!

Hahahahaha...mas obrigado por perguntar...

Momentos...volupté! disse...

Minha Neguinha Insana...
Estou aqui...pra você!!!

suavesencantos disse...

Delicioso texto,muito excitante,de tirar o fôlego mesmo,

bjs.

Única e Exclusiva disse...

Oh! Jesus...

Vou propor isso para meu namorado, ichi, tomara que ele aceite!!!!!!
Huauhauuahua

Amigo de idéias boas vc hein.
Bjinhos :*********

EU SOU NEGUINHA disse...

Beijos insanos em vc...