domingo, 28 de dezembro de 2008

Momentos sem pudores...


Estava deitado pensando um pouco, quando ela entrou no quarto, saindo do banheiro, me olhou com um rostinho amável e fez um comentário, falamos alguns segundos, mas a visão de seu corpo meu deixou irrequieto, pedi para que deitasse ao meu lado, queria acariciar seu corpo, quando ela me confessou que tinha saído do banheiro rapidamente, mas não tinha se limpado, não posso mentir, fiquei mais excitado e lembrei de uma música dos titãs que dizia “amor quero te ver cagar...”. Ela ficou sem graça, mas deitou de bruços, e comecei a acariciar suas costas, massageando forte e rapidamente, estava completamente ereto e me pus por cima de seu lindo corpo e ela apenas sorriu e me disse que estava excitada. Ela nunca gostou de penetração anal, é bem apertada e sempre incomodou, mas fica louca com um belo sarro em suas ancas e começamos a nos esfregar, movimentos frenéticos e beijos!!! Tomamos um belo banho, voltamos pra cama e fizemos amor bem gostoso!!!

Um comentário:

EU SOU NEGUINHA disse...

Hummmmmmmm....
insanidades intensas,sem qualquer tabu...apenas prazer...ui
Beijos Insanos