quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Lembranças da Adolescência...III


A casa ao lado da casa dos meus pais tinha uma empregada bem moreninha, quase negra, era uma morena bem queimada pelo sol, afinal estávamos a 100m da praia. Ela tinha uma carinha de safada e desde os 11 anos já tinha uma safadeza no ar, me deixava lamber seus seios, olhar sua buceta, mas fora isso nada. Quando tava com 14 anos ela começou a namorar um cara e ai começou sua vida sexual, acho que ela devia ter uns 18-19 anos nessa época. Então começou a me deixar fazer mais algumas safadezas, como colocar os dedos em sua buceta, levantar sua saia e esfregar meu pau em sua bunda e por vezes me chupava. Mas o que mais eu gostava e sentia tesão era quando pulava o muro, e sua patroa estava na sala, os filhos da patroa estudavam a tarde e eu entrava na cozinha e ela me batia uma punheta bem gotosa, lógico que gozava em menos de 2 minutos, tesão a mil! E pegava minha porra e lambuzava sua cara todinha. Eu pulava de volta pra minha casa e alguns minutos depois já pulava de volta pra outra seção de safadeza... Nossa como adorava aquelas punhetas!!! Nunca meti minha rola em sua buceta, ela não deixava, apenas enfiava os dedos e entravam os quatro! Mas eram as punhetas que ela batia que me deixavam doido!!! Muitas vezes me batia punheta no quarto de sua patroa, ao lado da cama, enquanto a patroa tirava um cochilo à base de tranqüilizantes, isso sim era demais!!! Ela ainda me fazia gozar em cima da patroa, que normalmente dormia de camisola. Estou aqui escrevendo e lembrando essas presepadas. Até os meus 15 anos, quando passei a estudar em um CEFET e passava o dia na escola, foram belas tardes de gozo de um adolescente bem comido pelas empregadas da vizinhança, já que lá em casa só velhas! Mamãe sempre foi inteligente!

5 comentários:

Única e Exclusiva disse...

Recordar é viver... E as tuas lembranças deveria ser exprimida/testada/comprovada com alguma leitora... Oq acha?!


Bjinhossssss ú&e
PS.: Me tire dessa!!!

EU SOU NEGUINHA disse...

Passadinha pra deixar beijos em ti..
Nega voltando

{Åmar ¥asmine}_ÐEXPEX disse...

Que seria da vida se não fossem as doces lembranças que carregamos conosco?
Li em algum lugar que a felicidade jamais está no presente, mas sim nas doces lembranças e nos sonhos a serem realizados.

Adoro te ler.

Doces besos!

Madame Lear disse...

Recordações sempre dão ótimos textos, e como essa então... hummm
Muito bom

Ava disse...

Lembrança picantes por aqui...rs

Saudades de voce e sua palavras, que entorpecem os sentidos...


Beijos!