sexta-feira, 31 de julho de 2009

Lembranças da Adolescência...II


Após perder a nossa professorinha, eu e o Marcelo, antes dele se mudar por causa da separação dos pais, começamos a trepar com outra empregada no prédio, mas ai era cada um sua vez, ela não gostava os dois ao mesmo tempo. Além disso, o outro tinha que ficar de olho, já que esta tinha a patroa o dia todo em casa, então somente quando ela dava uma saída na parte da tarde, caminha ou ia ao mercado, tínhamos que ficar de olho. Essa era bem magrinha, moreninha clara, seios pequenos que cabiam na boca, umas pernas longas, era maior que nós dois, na verdade um pouco maior do que eu, uma vez que o Marcelo era baixinho mesmo. O apelido dela era “magrela” e adora que se lambessem sua buceta, não era muito peluda, tinha a buceta mais cheirosa que conhecera, passava uma colônia bem suave. Ela não gostava muito de fuder com meu amigo, pois ele não gostava de chupar sua buceta, já eu, aquela foi à primeira buceta que chupei e desde aquele dia me apaixonei por chupar uma buceta. Então ela só gozava comigo, que sempre era o primeiro a ir. Chupava até ela gozar, que não demorava muito, e ai continuava e ela gozava novamente, ela estava me ensinando como era mais prazeroso dar prazer do que somente receber. Depois de fazê-la gozar umas duas a três vezes ela me chupava, bebia toda aquela porra que ficava saindo do meu pau com tanto tesão, ai metia em sua buceta e parecia um cachorro fudendo, naquela velocidade alta e pronto, gozava gostoso que nem as punhetas de todo dia ao acordar, ao chegar da escola e ao dormir. Deixava a buceta gozada, pulava a varanda do apartamento para o salão de festa, era no primeiro andar, dava calço pro meu amigo subir nas minhas costas e pular pra varanda e fazer a parte dele.

3 comentários:

Madame Poison disse...

Vim aqui dizer que sentirei falta de suas amazing stories...hehe
As vezes fico pensando se és um grande garanhão ou um grande mentiroso. Ou um pouco dos dois, enfim...
Vou dar um tempinho disso aqui. Sabe como é né? Outras prioridades, outras histórias...hehe
Sentirei sua falta meu leitor mais assíduo...hehe!

{Åmar ¥asmine}_ÐEXPEX disse...

Nossa... bem que parece cena de filme. Com um bom roteiro seria um sucesso.

Me remete a um filme mágico do diretor Robert Mulligan, vencedor do Oscar de 1972: "Verão de 42"... belíssimo, com um roteiro muito bem feito e uma trilha sonora impecável de Michel Legrand.
Vale a pena conferir.

Doces besos, meu amigo!
Felizes os que têm coisas pra contar.. *;-)

Única e Exclusiva disse...

Dar é melhor que receber ♪ e vice-versa. Neste caso a 'magrela' tem razão. Homem que não gosta de chupar é ruim e dispensável.
Aprendeu cedo, hein?! Rs...rs...rs....

Beijinhosssssss ú&e para ti.