quinta-feira, 11 de agosto de 2011

De uma noite que virá...

Louco...chama em nome de teu desejo...
Volúpia...teu nome
Luxúria...tua morada
Pedes..cobiça...atiça...provocas...salivas...
Degusta entre o vinho e a borra....o segredo que jorra
Quente ...chama e repousa no ventre.....o calor dos lábios...que molhados sussurram loucuras...
Aventuras de teu fogo
Envolve com o peso de teu corpo....
Remove o frio da escuridão...
Aquece o corpo que pede...geme em transe em tuas mãos...
Alma que vaga sedenta...buscando tua razão...
Cavalgas selvagem pelas noites
Em busca de fêmea no cio....
Encontras....devoras...parti...
Deixando no leito saudade...
Tua marca , gozo e dor...
Deixas também uma rosa vermelha
Lembrança de que amou.....


Poema para um cigano

Um comentário:

EU SOU NEGUINHA disse...

Lindoooooooooooooooooooooooooooooo
Que saudades de ti....que bom que voltaste..
Beijos