terça-feira, 2 de junho de 2009

Viagens...

Em uma de minhas viagens de trabalho aos Estados Unidos, fui recebido por um brasileiro que conhecera em uma feira no Brasil. Ele atua no mesmo setor, só que venda direta ao cliente o produto acabado, no meu caso venda para indústria. Como estava fazendo levantamento do mercado consumidor americano em nossa área, para direcionar a produção, uma vez que o mercado americano estava começando a consumir em escala maior. Chegando ao aeroporto de Miami o Fernando me levou para seu apartamento, não me deixara fazer reserva em hotel, até porque nos próximos 20 dias viajaríamos a costa leste quase toda, já começando na segunda-feira, havia chegado sexta a noite. Deixamos as coisas no apartamento, tomei um banho e saímos para jantar e encontrar o secretário dele e conversamos a noite inteira, tomamos muita cerveja e seguimos pro apartamento. Na manhã seguinte, estávamos nos preparando para irmos tomar café em algum restaurante quando chegou o companheiro do Fernando, bem, até então não tinha a mínima idéia que o Fernando fosse homossexual, tão pouco a ponto de ser comprometido. Fernando com mais de 1,90m, forte, cerca de 45 anos, chamava atenção da mulherada e seu companheiro idem. Ele me apresentou ao companheiro e deu uma risada, disse que não havia comentado nada comigo porque sabia que não iria querer ficar em sua casa, disse a ele que não, afinal não era um viado afetado, muito pelo contrario, extremamente calmo e falava tão grosso quanto a maioria dos homens. Ficamos conversando enquanto o companheiro do Fernando tomava um banho para nos acompanhar no café e depois passearmos um pouco, iríamos à praia. Perto de meio-dia nos dirigimos para praia, estacionamos o carro e seguimos por um túnel até a praia, que era particular, aliás para sócios e quando cheguei na praia cai na risada olhando pro Fernando e dizendo que ele tava querendo tirar onda com tantas “surpresas”. Estávamos em uma praia de nudismo, minha primeira experiência, fiquei um pouco acanhado, não precisava tirar a roupa, ficar nu não era obrigatório, ainda bem!!! Pois só de ver a quantidade de mulheres gostosas estava completamente louco. Miami, o que não falta são latinas e mulheres latinas são em sua maioria gostosas. Fomos nos sentar junto a um grupo de amigos e amigas do Fernando e na minha frente uma bela morena cubana, com um corpo fantástico, totalmente nua, ao sol, com as pernas abertas me deixando completamente de pau duro!!! Estava com um short bem pequeno e fino, ou seja, pau duro o tempo todo!!! Depois de algumas cervejinhas, relaxei um pouco, mas os óculos escuros eram a tentação do olhar, ficava observando cada nova buceta, cada rabinho, cada movimento erótico pra se levantar e abaixar. O pior era que os amigos e amigas do Fernando ficavam me sacaneando o tempo todo!!! Quando nos preparávamos para ir almoçar Fernando combinou com uns amigos e amigas uma festinha em seu apartamento, pra comemorar o retorno de seu companheiro, pois estava a quase sessenta dias na Europa. Comemos umas belas lagostas no almoço e depois fomos pro apartamento, tomei um banho e fui tentar dar um cochilo, mas como os dois estavam pondo em dia o atraso a barulheira no quarto ao lado era grande...que safadas!!! Hahahaha. Resolvi descer a dar uma caminhada pelo bairro. O apartamento ficava em um condômino na beira do rio, cheio de marinas particulares, um local muito bonito e agradável. Caminhei alguns quilômetros até um playtime e fiquei jogando, voltei às oito da noite, o AP já estava arrumado pra festinha e fiquei tirando onda com os dois, perguntei como foi o reencontro, como fariam pra sentar durante a noite??? Hahahahaha... O pessoal começou a chegar e entre eles aquela morena cubana, Ana, o nome dela, com um vestido bem folgado, sem calcinha, seios quase pulando, não eram originais, mas vou dizer, o trabalho foi perfeito!!! Muita cerveja, misturada com tequila, com cachaça brasileira, álcool a toda, musica brasileira e caribenha, dançando e eu não parava de olhar aquela Ana. Sabe, estava mil vezes mais excitado do que na praia, aquele vestidinho estava me matando de tanto tesão e não resisti, arrumei uma conversa fiada a fui conversar quando ela foi na varanda. Puxei assunto, ela super simpática perguntou por que tanto olhava pra ela e perguntou se eu não estava satisfeito de tê-la comido a tarde inteira na praia com os olhos. Sorri e disse que nem um pouco e que ela estava mil vezes mais excitante com aquele vestido do que nua, apesar de ter um corpo lindo, coisa que ela deve escutar o tempo todo. Olhei pra ela e disse que além do mais olhar não me satisfaz, o que me satisfaz e sentir uma mulher gozando em minha boca, isso sim me satisfaz. Ela fez uma carinha de safada, me olhou nos olhos e disse que era acostumada a gozar muito pela boca de sua namorada, que não estava presente a festa porque havia viajado, mas que duvidava que eu a fizesse gozar com uma mulher faz.(continua...)

12 comentários:

Loira e Morena disse...

Aiiiiiiii... Q curiosidade pra saber o fim dessa história..
Vc sempre nos deixa com essa vontade de quero mais né..hehe

Beijaooo da Morena!

Hannah e Carlos disse...

Vamos esperar o desfecho ;-)
bjocas nossas

Cansada de ser boazinha disse...

Te chamou pro perigo!!! Rá, quero só ver a continuação!
Bjos!

Fofa disse...

Sempre surpreendendo...

Não demora, vai...
Rs

Beijocas

o casalqseama* disse...

já até sei... bastou ela dizer que dividava!

hahahaha


bjão da fê =D

Momentos...volupté! disse...

A história é longa...depois conto o resto.
Interessante, estava esquecido dessa história, mas hoje pela manhã o Fernando me ligou, fazia uns 10 meses que não nos falávamos, depois dessa crise nos EUA nossos negócios reduziram bastante. Ai me ligou hoje pela manhã e conversando sobre os negócios e tal veio a lembrança da Ana. Então assim que tive um tempinho livre comecei a escrever, mas não deu tempo de terminar, e na minha mente só as lembranças dos detalhes...não vou mentir, passei o resto da manhã pensando e ai já dá pra imaginar o estado de vontade!!! Assim que tiver um tempinho pra escrever continuo a história.
Pessoal, não é legal essa expectativa???

A Lobba! disse...

puxa...escreve logo a parte 2!!!
Lambidas da Lobba!

Única e Exclusiva disse...

Legal ?! É fantástico !!!

Que lascividade meu querido... Me deixou com água na boca... rs!!! Ops, não du-vi-do [ou devo?!] da sua capacidade...rs.

Besitos ;********

{Amar Yasmine}_DEXPEX disse...

Querido!Como dá pra perceber o teu envolvimento com o prazer, sei que vem coisa muito boa por aí.. aliás, como tudo que escreves, este também está delicioso.
E o que é melhor de tudo é ver o prazer que relatas.

Penso que todos nós temos vivências deliciosas na vida, mas poucos dão o valor certo.. alguns esquecem, outros nem se dão conta quando estão vivendo o prazer.
Um dia desses escrevi algo neste sentido:

A vida é um grande teatroHá os que preferem permanecer na platéia, para assistir, aplaudir, ou vaiar.

Há os que vivem dos aplausos e nem se importam com as vaias.

Há os que escolhem, determinam, dirigem.

Há os que vivem no anonimato dos bastidores.

Há os que se arrependem lá fora, por não terem chegado a tempo de comprar o ingresso.

Há, ainda, os que nem mesmo conhecimento têm do espetáculo.

Todos são necessários e, para cada um, o espetáculo não pára.

Doces besos da tua amiga

{Åmar ¥asmine}_ÐEXPEX

Momentos...volupté! disse...

Yasmine...Texto fantástico!!! Parabéns!!!

Beijos!!!

Pucca disse...

Voce como sempre me deixando com água na boca, né?? Quero mais... Muuito mais... Quero tudo!

:)

{Åmar ¥asmine}_ÐEXPEX disse...

Todos os dias olho lá nos blogs que sigo pra ver se já está pronta a continuação do seu relato... tá demorando, viu??? rssss...

Estou tentando melhorar o visual do blog, tentando mudança de cores pra ficar mais agradável de se ler. Espero sua opinião, ela é muito importante.

Besos de mel!

8;-)